UFPB - PÓLO MULTIMÍDIA
Programação TV UFPB Jornalismo Eventos Fale Conosco Serviços

Você está em: Página principal » Ver Notícias

Notícias

2010-10-08 - 11:20:25
Fonte: Agência de Notícias da UFPB - Mª Cristina Dias

Curso de Farmácia da UFPB quer manter excelência

Graduação recebeu recentemente cinco estrelas no Guia do Estudante e também procura ter nota máxima na avaliação do MEC

         
“Nossa meta era atingir esse conceito de excelência. Agora, o desafio é manter”, afirmou Bagnólia Araújo Costa, coordenadora do Curso de Farmácia da Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Ela se refere à recente premiação que o curso conquistou: a graduação recebeu cinco estrelas (conceito máximo) na avaliação do Guia do Estudante. A revista está nas bancas desde o dia 5 de outubro.
 
Para chegar ao topo, explicou Bagnólia Araújo, o curso investiu em pontos básicos, a exemplo de corpo docente qualificado, melhoria na infra-estrutura e atualização da grade curricular. Dos 73 professores de Farmácia, 54 (72,97%) têm doutorado. Outros 16 são mestres, dois têm especialização e um é graduado.
 
 O curso de Farmácia da UFPB foi criado em 1956 e em 2007 ganhou um currículo novo, para atender as necessidades do mercado. Antes, a graduação era feita em quatro anos e o aluno ainda precisava estudar mais 18 meses para se especializar em determinada área. Agora, o curso dura cinco anos e o aluno está habilitado a atuar em qualquer área da Farmácia.
 
“Investimos numa formação mais humanista, de atenção básica a saúde, sem esquecer a área de alta complexidade”, afirmou Bagnólia Araújo. Com a nova grade curricular, o graduado em Farmácia da UFPB pode atuar nas seguintes áreas: Farmácia de Manipulação; Medicamentos (produção, disposição em farmácia e hospitais); Análises Clínicas; e Análises Toxicológicas. Dentro da área de Medicamentos, são destacadas a atenção básica à saúde, a assistência farmacêutica e a farmácia hospitalar.
 
O aluno de Farmácia da UFPB também é destaque em instituições de ensino superior em outros países. “Ano passado um aluno nosso foi fazer um estágio na Bélgica e recebemos três estudantes da Espanha”, destacou a professora Bagnólia Araújo.
 
O estímulo à pesquisa é outro ponto forte do curso de Farmácia da UFPB. Desde o primeiro semestre o aluno desenvolve atividades em laboratórios. “Atualmente temos 108 projetos em andamento. São 84 alunos de iniciação científica”, comemora a coordenadora Banólia Araújo. Boa parte dessas pesquisas está no uso de plantas para a produção de medicamentos.
 
Investimentos
 
Para manter o desafio de estar no topo do ranking do Guia do Estudante e alcançar a nota máxima do Ministério da Educação (hoje o curso tem média 4 e a máxima é 5), o curso de Farmácia da UFPB continua investindo. Com recursos do próprio Centro de Ciências da Saúde (CCS) da UFPB, está sendo construída uma Farmácia Escola. Pelo Programa de Desenvolvimento Institucional (PDI) estão sendo feitas a ampliação e reforma dos laboratórios de análises clínicas e aumentando o número de salas de aula. “Também estamos implantando o Serviço de Informações de Plantas Medicinais e Fitoterápicas (SIPLAN)”, destacou a coordenadora.
 
 
 
 
 
LAVID
LDMI
Editora Universitária
Tv Futura
 
Contato Caixa Postal 5125 - Cidade Universitária - João Pessoa - PB - Brasil
Cep: 58059-900 - Fone: (83) 3216-7720/7153
www.polomultimidia.ufpb.br / agencianoticias@tv.ufpb.br